A importância da Internacionalização de Carreiras na área do Direito

January 23, 2019

Independente da área de atuação, muito se fala em internacionalizar a carreira, mas é preciso saber como fazer para não se decepcionar. Com relação a esse assunto, principalmente na área do direito, existem vários caminhos para alcançar a concretização desse sonho. Nosso objetivo é trazer até você informações de importância, para auxiliá-lo em suas decisões.

 

Existem universidades brasileiras que já possuem Pós-graduação com módulo Internacional. Você estuda no Brasil e através dos convênios firmados, entre as Instituições de Ensino, você pode cursar disciplinas no exterior e vice-versa.

 

Pode participar de seminários ou congressos internacionais e interagir com a novas culturas. Por isso, recomenda-se pesquisar sobre a universidade onde se pretende estudar, procurar saber todas as alternativas possíveis, comparar com as outras para ter certeza daquilo que se pretende.

Existem universidades brasileiras que já possuem Pós-graduação com módulo Internacional. Você estuda no Brasil e através dos convênios firmados, entre as Instituições de Ensino, você pode cursar disciplinas no exterior e vice-versa.

 

Pode participar de seminários ou congressos internacionais e interagir com a novas culturas. Por isso, recomenda-se pesquisar sobre a universidade onde se pretende estudar, procurar saber todas as alternativas possíveis, comparar com as outras para ter certeza daquilo que se pretende.

 

A matéria foi elaborada por Brenda Bellani, que é editora de conteúdo e tradutora do Hotcourses Brasil. A seguir serão elencadas e comentadas, as 10 mais renomadas universidades do mundo, na área de direito.

 

As instituições mundialmente renomadas pela área de Direito são quase sempre as mesmas, podendo alterar as posições nos rankings, mas permanecendo no top 20.

 

  1. Harvard University – Estados Unidos

 

Segundo pesquisa da hotcourses, a Escola de Direito da Harvard é a mais famosa e renomada do mundo, e também uma das maiores, oferecendo todo tipo de especialização, recurso e atividade extracurricular. Apenas 16,5% das pessoas que se inscrevem, são admitidas no corpo estudantil de aproximadamente 900 integrantes e a Universidade aceita uma nota do exame LSAT ou do GRE, teste geral para admissão em pós-graduações nos EUA. Apesar de ser uma universidade muito cara, Harvard é a garantia da melhor educação acadêmica possível que uma pessoa pode receber para se tornar um advogado.

 

Você pode ainda, tentar concorrer a uma bolsa de estudo com base em necessidade financeira oferecida pela Harvard Law School.

 

Proporção de alunos para cada professor: 12,4

Média de custo: US$ 277.000 por três anos de estudos.

 

2.University of Oxford – Reino Unido

 

Os cursos de Direito da Oxford são os únicos do mundo lecionados por meio de uma combinação de seminários, aulas e tutoriais, possibilitando assim um contato bem mais próximo entre alunos e professores.

 

A Escola oferece dois programas principais na área: o Bacharelado de Direito Civil, para alunos com estudos prévios em Direito; e o Magister Juris, direcionados aos estudantes que não possuem histórico em Direito. Isso é especialmente interessante, porque você pode conseguir uma vaga na Universidade, independente da sua área de estudo.

 

Média de alunos admitidos por ano: 90

Média de custo para estudantes internacionais: US$ 41.417

 

3.University of Cambridge – Reino Unido

 

Os cursos de Direito da famosa Universidade de Cambridge foram criados para aprofundar os conhecimentos dos estudantes, ou seja, você precisa já ser da área de Direito e estar interessado em se tornar um advogado ou simplesmente aprender mais. O Mestrado de Direito (LLM) é formado por quatro disciplinas que o próprio estudante pode escolher dentro de qualquer campo legal. Inclusive, a Cambridge e a Harvard têm um curso conjunto de LLM/JD de três anos e meio que permite ao estudante atuar tanto no Reino Unido quanto nos EUA.

 

Média de alunos no curso: 154

Média de custo para estudantes internacionais: US$ 40.657

 

4. Yale University – Estados Unidos

 

A Universidade de Yale está localizada em uma comunidade bem menor, comparada às universidades já citadas, apesar de ter um número bem maior de estudantes. A maioria dos formandos de Direito da instituição, localizada em Connecticut, tende a permanecer no meio acadêmico ao invés de praticar a profissão em uma empresa de Direito. Mesmo assim, quem consegue um diploma dessa Universidade com certeza garantirá um ótimo emprego no setor.

 

Média de alunos para cada professor: 8,46

Média de alunos na Escola: 650

Média de custo para estudantes internacionais: US$ 246.806 por três anos de estudos

 

5. Stanford University – Estados Unidos

 

O que destaca a Universidade de Stanford das demais é a ênfase que ela dá à contribuição ao invés do estudo independente. Assim, ela substitui a competição entre os estudantes e a pressão acadêmica pelo trabalho em equipe e o estímulo intelectual. Além disso, a instituição dá bastante liberdade ao aluno para montar cursos duplos a fim de se formar com duas especializações ou então montar a sua própria grade curricular. Sem contar a sua localização a Califórnia, que, com certeza, é um ponto positivo para quem gosta de calor!

 

Proporção de alunos para cada professor: 7,3

Média de alunos na Escola: 572

Média de custo para estudantes internacionais: US$ 277.866 por três anos de estudos

 

6. New York University – Estados Unidos

 

A Escola de Direito da Universidade de Nova York tem uma variedade de especializações, mas o seu forte são as áreas de Direito Internacional e Interesse Público. Se você tiver interesses diferentes dentro da área, pode optar por um curso duplo e se formar com um diploma conjunto da NYU e de outras universidades parceiras como Princeton e Yale. Além disso, a NYU oferece programas de estudos no exterior em instituições localizadas em 15 países diferentes.

 

Proporção de alunos para cada professor: 9,1

Média de alunos na Escola: 1.369

Média de custo para estudantes internacionais: US$ 278.718 por três anos de estudos.

 

7. University of California, Berkeley– Estados Unidos

 

Berkeley, um dos campi da Universidade da Califórnia, você pode estudar áreas como Propriedade Intelectual, Direito Ambiental e Direito Internacional em uma localização ensolarada nos Estados Unidos. E se você não encontrar a especialização do seu interesse, a UC Berkeley permite que você faça o terceiro ano de estudos na Harvard University, porém é que apenas 22% dos estudantes que se inscrevem na Universidade são selecionados.

 

Proporção de alunos para cada professor: 13,8

Média de alunos na Escola: 916

Média de custo para estudantes internacionais: US$ 249.937 por três anos de estudos.

 

8. Columbia University – Estados Unidos

 

Como na grande maioria das melhores escolas de direito do mundo, estudar na Columbia é uma experiência estressante e exigente. Para se ter uma ideia, o estudante já pode ser reprovado no primeiro mês. O curso de Métodos Jurídicos, um preparatório de três semanas, ajuda os estudantes a fazer a transição ao Direito e os ensina sobre os estudos da área e os métodos de aprendizado na Columbia, além de apresentá-los aos professores, colegas de classe e à cidade de Nova York, onde a Universidade está localizada. Ao término destas três semanas de curso preparatório, os estudantes podem passar para um curso integral de Direito ou serem reprovados.

 

Proporção de alunos para cada professor: 7,6

Média de alunos na Escola: 1.267

Média de custo para estudantes internacionais: US$ 274.620 por três anos de estudos.

 

9. University of Chicago – Estados Unidos

 

A Universidade de Chicago, conhecida também como UChicago, admite apenas 15% dos candidatos inscritos na sua Escola de Direito. Ela é especializada em cursos que combinam áreas de Economia e Direito – de fato, o único professor de Direito do mundo que já venceu o Prêmio Nobel lecionava Direito e Economia na Universidade. As provas na UChicago (conhecidas como finals) acontecem a cada trimestre ao invés de a cada semestre, como costumam ser nas universidades americanas. Além disso, a instituição tem uma publicação, o Supreme Court Review, que é o jornal jurídico mais citado do mundo.

 

Proporção de alunos para cada professor: 7,5

Média de alunos na Escola: Mais de 600

Média de custo para estudantes internacionais: US$ 276.021 por três anos de estudos.

 

10. University of Melbourne – Austrália

 

Na Escola de Direito da Universidade de Melbourne, na Austrália, os seus cursos têm ênfase internacional, com foco na globalização e todas as salas de aula têm um limite de aproximadamente 60 estudantes por classe, para que possam receber uma atenção mais personalizada dos professores. A Melbourne também oferece cursos conjuntos com a Oxford, proporcionando aos estudantes a oportunidade de fazer dois anos de estudos na Austrália e o último no Reino Unido. Mas se você preferir permanecer em Melbourne por toda a duração do seu curso, saiba que a cidade é constantemente eleita como a melhor do mundo para se viver.

 

Média de alunos na Escola: 1.200

Média de custo para estudantes internacionais: US$ 91.182 por três anos de estudos.

 

Podemos recomendar ainda, o livro intitulado Internacionalização de Carreiras, Empresas e Negócios, dos autores Fátima Abud e Rafael Olivieri, lançado em 23/05/2018 que teve por objetivo, preparar o leitor para uma carreira global. Esta obra discorre sobre a Educação, Produção do Conhecimento, Internacionalização, entre outros assuntos.

 

Voltado para profissionais, estudantes e interessados no assunto, o autor do livro citado no parágrafo anterior, recebeu troféu Augusto Cury – Categoria Programas Acadêmicos Internacionais, onde consta através de quadros, o número de estudantes estrangeiros no Brasil; o ranking dos países que mais atraem estudantes internacionais; índice de internacionalização de empresas brasileiras ao longo do tempo; países em alta para trabalhar, inclusive as profissões mais procuradas e outros itens que vão despertar o interesse do leitor para o assunto, como Diferenças Culturais; Significado das cores dos passaportes, terminando com Histórias de Sucesso, de profissionais que internacionalizaram sua carreira, empresas ou negócios e Cases de Empresas de Sucesso. Para fixação dos conceitos, o leitor vai encontrar no final de cada capítulo, questões para serem respondidas e discutidas em grupo.

 

Entretanto, cada profissional, seja ele da formação que for, é responsável pela gestão da sua carreira e quando se busca o sucesso, é necessário mudar hábitos, rotinas, atualizar competências, desenvolver habilidades, diversificar e solidificar conhecimentos e, também, manter ativa a rede de contatos.

 

Maria de Fátima Abud Olivieri. Pós-Doutora e Doutora em Administração pela FCU-Florida Cristian University – EUA; Mestre em Educação pela Universidade Mackenzie, Bacharel em Comunicação Social pela Fundação Casper Libero. É Comendadora e professora de pós-graduação, Diretora de Educação Continuada da Competency do Brasil, escritora de vários livros e artigos publicados no mercado.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque